Grupo de Férias

VCG – Cambridge

Ely

Terminamos a primeira semana em Cambridge em alto nível. Fomos até Ely, conhecer sua imponente catedral, conhecida localmente como “o navio do Fens”, devido à sua forma proeminente que se eleva acima da paisagem plana e úmida de Fens.

CIMG4957

Orientados por uma simpática senhora, uma guia especializada, descobrimos suas histórias desde a construção até as mudanças ocorridas ao longo do tempo, presenciando uma das mais incríveis façanhas de engenharia da Idade Média – a Torre Octógona. Além disso, a Catedral de Ely remonta ao século XII e serviu de locação para a filmagem de Elizabeth: A Era de Ouro e do Discurso do Rei.

CIMG4989

Depois da visita à Catedral, um delicioso chá no estilo inglês em um salão de chá nos jardins da Catedral com direito a deliciosos scones, o conhecido “cream tea”. Todos adoraram a experiência!

CIMG4996

À noite fomos jantar num dos maiores pubs de Cambridge, o The Regal, aprendendo como funciona um pub inglês, com cada um fazendo seus pedidos direto no balcão, praticando o inglês pra valer!

Londres novamente!

Sábado retornamos a Londres – preferência de todos – e, dessa vez, fomos para Candem Town. Apenas oito estações de metrô separam o centro aristocrático de Londres de um de seus bairros mais interessantes, justamente por sua total diversidade e pluralidade cultural. Esqueça o sangue azul da realeza e a formalidade britânica.

Bia, Arthur, Mariana & Mariana, Valentina e Renata se deliciando em almoço internacional!

Bia, Arthur, Mariana & Mariana, Valentina e Renata se deliciando em almoço internacional!

Tão longe do Big Ben, Candem Town revela a alma londrina. Uma Londres formada por tantas nacionalidades criando uma atmosfera totalmente cosmopolita.

Famosa pelos seus mercados, que vendem absolutamente tudo: comida, artesanato, obras de arte, roupas antigas e modernas e quinquilharias diversas. Camden Town passou a ser um dos centros da música em Londres desde a década de 60. O bairro que viu o nascimento do punk e de bandas como Oasis e Blur, abrigou moradores ilustres como Morrison, Amy Winehouse e até mesmo escritores como Charles Dickens e Mary Shelley, autora de “Frankenstein”.

E de lá, um salto para imersão em cultura. British Museum!

À tarde, um maravilhoso passeio pelo British Museum, que já encanta logo na entrada por sua arquitetura. Fundado em 1753, foi o primeiro museu nacional público do mundo.

Grupo CP4 VCG 2013 em frente ao British Museum.

Grupo CP4 VCG 2013 em frente ao British Museum.

Desde o início, concedeu entrada gratuita para todas as “pessoas estudiosas e curiosas”. O número de visitantes cresceu de cerca de 5.000 por ano no século XVIII, para quase 6 milhões hoje.

O Museu Britânico abriga mais de sete milhões de objetos de todos os continentes, ilustrando e documentando a história da cultura humana de seus primórdios até o presente.

No final do dia, uma passadinha pela Trafalgar Square, a praça onde fica a National Gallery, que já foi um estábulo real. Além disso, tem também uma fonte enorme, a estátua de Lord Nelson, quando derrotou em 1805 a frota de Napoleão, que é um point importante para os londrinos, um ponto de encontro para comemorações públicas, shows e concertos.

Stratford-Upon-Avon

Domingo foi dia de vivenciar a história e a literatura inglesas. Primeiro fomos à Stratford-upon-Avon, mundialmente conhecida por ser o lugar de nascimento de William Shakespare.

CIMG5073

As Marianas em frente à casa de Shakespeare

Sede da Royal Shakespeare Company, Stratford-upon-Avon  tem também 5 casas históricas relacionadas  ao grande  poeta e dramaturgo inglês. A mágica combinação de riqueza de patrimônio e cultural resultou em ser nomeada uma das Cidades Patrimônio da Grã-Bretanha. Exploramos a casa  onde Shakespeare nasceu  para obter uma imagem fascinante do que foi a sua vida e o seu tempo. Ainda visitamos a igreja Holy Trinity (Santíssima Trindade) para ver o seu túmulo.

Antes de sairmos, momento relax total… 10 dentro das cabines telefônicas e 2 do lado de fora só empurrando!!!!

CIMG5093

Warwick Castle

À tarde, foi a vez de explorar o Warwick Castle: uma experiência memorável. O conjunto de jardins, torres, salões, masmorra, aposentos reais e dos serviçais, bem como suas mobílias, vestimentas, armas medievais, armaduras, que retratam com exatidão e rigor toda a rica história de um dos maiores e mais famosos castelos da Inglaterra.

foto-9

É possível passear pelos corredores históricos do interior ou no precioso jardim no exterior, na companhia de pássaros e pavões.

Ana Carolina, Paula e Deborah posando junto com o pavão no Warwick Castle.

Ana Carolina, Paula e Deborah posando junto com o pavão no Warwick Castle.

Também há espetáculos que contam as histórias da vida do castelo e demonstrações da catapulta, a maior do mundo.

Por enquanto é só. Acompanhe o Blog da CP4 para ficar por dentro das próximas novidades. Até mais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s